Oficina de Artesanato começa na Escola Louis Braille

Na próxima semana ocorre a oficina de artesanato para alunos e familiares na Escola Louis Braille. Ela será ministrada pela professora Tatiana Dux Barbosa. E ela nos conta mais detalhes. ” Será uma oficina de artesanato na verdade feito com os familiares e os alunos da escola. Ela acontecerá nas sextas e segundas. Nas segundas os horários serão das 16h05 às 17h30min e nas sextas das 8h as 9h30min”, ressalta, Serão trabalhados colares de papel machê, pinturas em tecidos, colares com fuxicos e também algumas pinturas em telas com tintas acrílicas. Já tem algumas pessoas inscritas. São 5 vagas apenas.

Tatiana reforça a arte como mecanismo não somente terapêutico e inclusivo para pessoas com deficiência visual. ” Eu vejo uma importância bem relevante até pela minha experiência com os alunos. Eu percebo que eles interagem mais, manuseiam e tem toda essa coordenação motora que é trabalhada e até mesmo a comunicação entre eles. Sem falar deles fazerem alguma coisa, eles criarem. Então, eu vejo que tem dado certo. Um grupo que eu fiz. que era somente para o dia das mães. Fizemos um trabalho de colar. Eles gostaram, manusearam , confeccionaram”, Ela lembra que houve uma prévia justamente em razão dos dia das mães, mas a oficina oficial será semana que vem. A partir dessa demanda que teve se resolveu ampliar para se fazer uma oficina permanente com materiais impressos para eles levarem para casa, como apostila. Até mesmo utilizarem esse artesanato como fonte de geração de renda a mais.

Dois colares confeccionados no dia das mães:

Nenhuma descrição de foto disponível.



Nenhuma descrição de foto disponível.

Tatiana Dux Barbosa:

Ela tem formação em artes visuais na Universidade Feevale em Novo Hamburgo. Trabalha em duas escolas municipais com a do Núcleo Habitacional Dunas e no distrito de Monte Bonito na Escola João da Silva Silveira. Essa experiência em trabalhar com pessoas com deficiência visual está tendo agora.