Comissão elege vencedores do prêmio Brasil Mais Inclusão 2019

A Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência da Câmara dos Deputados elege nesta quarta-feira (14) os vencedores do Prêmio Brasil Mais Inclusão 2019, destinado a empresas, entes federados (União, estados, Distrito Federal e municípios), entidades ou personalidades que tenham realizado ações em prol da inclusão de pessoas com deficiência ou que sejam, elas próprias, exemplos de vida e superação.

A eleição estava prevista para ocorrer na semana passada, mas foi adiada.

A premiação é organizada pela Segunda Secretaria da Mesa Diretora da Câmara dos Deputados e é realizada anualmente, durante a semana em que se comemora o Dia Nacional da Luta da Pessoa com Deficiência, em 21 de setembro.

A eleição será realizada a partir das 15 horas, no plenário 13.

Categorias
As indicações são feitas por deputados e senadores e pela sociedade civil. Os indicados pela sociedade civil (empresas, ONGs e Oscips) concorrem na categoria Mérito João Ribas. Já os indicados pelos parlamentares concorrem também na categoria Mérito Darci Barbosa.

São escolhidas cinco personalidades e cinco instituições por um conselho deliberativo, composto pelo segundo e terceiro secretários da Mesa Diretora, deputados Mário Heringer (PDT-MG) e Fábio Faria (PSD-RN) respectivamente; integrantes titulares da Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência; e por representantes dos partidos políticos, que também devem ser indicados até hoje.

A solenidade de entrega dos prêmios está marcada para 18 de setembro.

Conheça os indicados deste ano

Os dez vencedores do “Prêmio Brasil Mais Inclusão” são contemplados com diplomas de menção honrosa. A Câmara dos Deputados não concede prêmio pecuniário e não se responsabiliza por despesas de deslocamento, hospedagem ou transporte dos vencedores.

Inclusão na Câmara
A Câmara dos Deputados já vem atuando para promover a inclusão da pessoa com deficiência. Neste ano, a Casa adaptou sua estrutura para atender às necessidades de acessibilidade do primeiro deputado cego da história do País, Felipe Rigoni (PSB-ES).

Em 2015, foram criadas a Comissão Permanente sobre Direitos da Pessoas com Deficiência e a Coordenação de Acessibilidade, esta última com a finalidade de fomentar a acessibilidade no País.TV CÂMARA

O Plenário da Câmara passou por reformas para garantir a acessibilidade

Em 2014, o Plenário da Câmara dos Deputados foi reinaugurado com adaptações para receber pessoas com dificuldades de locomoção. A Casa também oferece rampas, elevadores adaptados e triciclos motorizados nas portarias.

Além disso, a TV Câmara conta com linguagem de libras e legendas em tempo real, o portal da Câmara está adaptado para deficientes visuais e, nos plenários das comissões, a tecnologia assistiva de aro magnético facilita a comunicação dos usuários de aparelhos auditivos.

Conheça os vencedores do Prêmio Brasil Mais Inclusão de 2018Da Redação – ND