Integrantes da ADVIRG, Escola José Alvares de Azevedo de Rio Grande e Louis Braille se reúnem com assessoria do deputado Daniel Tzerciak

Hoje pela manhã houve reunião do presidente Gilson Terra e o tesoureiro Marcelo Gallo da Associação dos Deficientes Visuais de Rio Grande (ADVIRG), da professora Josi Dias da Escola José Alvares de Azevedo e da Federação de Entidades de Cegos (FREC) também de Rio Grande e de Pelotas o seu Dilmar Cunha Rodrigues presidente da Associação Escola Louis Braille com o assessor parlamentar do deputado Daniel Tzerciak (PSDB), Henrique Ribeiro. A pauta foi a questão da aprovação do projeto no Senado Federal que reconhece visão monocular como deficiência De autoria dos senadores Rogério Carvalho (PT-SE), Rose de Freitas (Podemos-ES), Wellington Fagundes (PL-MT) e Otto Alencar (PSD-BA).

Na justificativa do projeto, os autores observam que indivíduos com visão monocular, além de terem problemas na definição de profundidade, apresentam redução de cerca de 25% no campo visual. “Com frequência, indivíduos monoculares sofrem com a colisão em objetos e/ou pessoas, dificuldades para subir e descer escadas e meios-fios, cruzar ruas, dirigir, praticar esportes, além de outras atividades da vida diária que requerem a estereopsia e a visão periférica. Portanto, demandam cuidados especiais da sociedade, da família e do poder público”, dizem os autores.

Os integrantes da ADVIRG e Louis Braille são contrários porque os monoculares querem entrar para terem os mesmos direitos que pessoas deficientes visuais , cegas total e baixa visão já tem. A preocupação é que após passar no senado passe também na câmara. Para isso se reuniram com assessor Henrique Ribeiro para que junto com o deputado Daniel e outros da bancada gaúcha em Brasília partindo aqui da região sul possam se mobilizar para que o projeto não passe na câmara também.

Além disso, haverá outro reunião como a de hoje marcada para dia 10 de dezembro ás 10h para realização de um abaixo-assinado e entregue na audiência pública que será realizada pelo vereador Éneias Clarindo (PSDB) líder do governo da prefeita Paula Mascarenhas na Câmara de Vereadores de Pelotas. Ela ainda não tem data, mas será informada em seguida para mais informações. A expectativa é que haja uma grande mobilização dos representantes de todo o estado junto com os deputados federais para barrar o projeto.

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sentadas e área interna

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sentadas e área interna
A imagem pode conter: 1 pessoa, sentado