Primeira medalha gaúcha nas PARALIMPIADAS ESCOLARES 2019 é da DÓRIS, atleta da escola Louis Braille

A Escola Louis Braille está representada nas Paralimpiadas Escolares em São Paulo, E nossa atleta , Dóris ganha medalha assim como os outros alunos Fabrício e Andriel. A instituição parabeniza-os pela conquista.

A imagem pode conter: 5 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé e atividades ao ar livre
A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé

PARALIMPIADAS ESCOLARES 2019

Ontem dia 19 de novembro, a partir das 19h30, a Arena Anhembi na capital paulista recebe a abertura dos jogos nacionais mais importantes para alunos com deficiência em idade escolar, as Paralimpíadas Escolares. Os jogos são realizados no Centro de Treinamento Paralímpico (Rodovia dos Imigrantes, km 11,5), a partir de hoje (20) e vão até sexta-feira (22). Mais de 1.220 estudantes participam das competições.

As Paralimpíadas Escolares visa a inclusão e estimula a participação das crianças e adolescentes com deficiência de todo o país em disputas esportivas. A delegação paulista é a maior do evento, com 188 integrantes de 51 cidades do Estado. São Paulo também é a única a ter alunos representando o Estado em todas as modalidades.

Os jogos são divididos nas seguintes modalidades: atletismo, natação, tênis de mesa, tênis em cadeira de rodas, bocha, basquete em cadeira de rodas, vôlei sentado, badminton, futebol de 5, futebol de 7, goalball e judô.

Nesse ano foram diversos os apoiadores para o esporte paralímpico. A Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência contou com o apoio da operadora de telefonia Oi, que patrocinou uniformes para toda a delegação, incluindo os de treino, passeio e de jogo.

Este é um dos maiores eventos mundiais da categoria. Desde a primeira edição dos jogos, em 2009, inúmeros talentos do paradesporto brasileiro já passaram pelas disputas escolares.

Verônica Hipólito, da modalidade atletismo é uma das atletas que foram destaque das Paralimpíadas Escolares. Atualmente ela é multimedalhista e foi prata no Rio 2016; o nadador Talisson Glock, também é um exemplo de medalhista que iniciou a carreira nas Escolares, ele ganhou medalha de prata no Rio 2016. Outro exemplo é a mesa-tenista Bruna Alexandre, bronze no Rio 2016.

serviço

Abertura – Paralimpíadas Escolares 2019
Data: terça-feira (19)
Local: Arena Anhembi, na Avenida Olavo Fontoura, 1209 – Parque Anhembi – São Paulo

Programação no CT Paralímpico Brasileiro*
Quarta-feira (20/11) – 8h30 às 12h e 14h às 18h
Quinta-feira (21/11) – 8h30 às 12h e 14h às 18h
Sexta-feira (22/11) – 8h30 às 12h e 14h às 18h

Fonte: Site do governo do estado de SP