Irmãos cegos votam em Limeira e pedem mais acessibilidade e respeito a pessoas com deficiência

Três irmãos com deficiência visual aproveitaram as primeiras horas da manhã deste domingo (29) para votar na Escola Municipal Doutor Waldemar Lucato, no Jardim Roseira, em Limeira (SP). Cada um precisou de um acompanhante para chegar até a seção, pois a escola não possui piso tátil.

Os três levaram fones de ouvido para que pudessem ouvir o passo a passo da votação, contudo Alexandre Nascimento, 35 anos, e Anderson Nascimento, 36 anos, tiveram problemas. “Comigo não funcionou. Votei usando apenas o braille das teclas”, contou Anderson.

Já o terceiro irmão, André Nascimento, de 30 anos, ouviu todos os avisos sonoros da urna. Segundo os mesários, as dificuldades dos irmãos mais velhos foram anotadas na ata da seção para serem analisadas após a eleição.

A acessibilidade e o respeito às pessoas com deficiência são pedidos dos irmãos para o próximo prefeito de Limeira.

Da esquerda para a direita: André, Anderson e Alexandre, irmãos cegos que votam em Limeira — Foto: João Baxega/G1

“Precisamos de mais calçadas acessíveis, semáforos sonoros, padronização no ônibus e melhores condições no comércio”, apontou Alexandre.

Anderson espera maior atenção nos próximos quatro anos para a área da habitação. “O cadastro habitacional precisa ser mais inclusivo”, sugeriu.

Já André quer melhorias no transporte público. “Nós não sabemos qual o ônibus que está chegando. Falta um aplicativo com essa função. Quando chega, é preciso perguntar onde está o validador do cartão. Às vezes fica na frente do ônibus e em outras, atrás”, lamentou.

FONTE: G1 LIMEIRA e região